Vinhos da Toscana

Para os olhos a Toscana é uma obra de arte, com nuances de cores, texturas e uma luz particularmente impressionante. A região foi o berço do renascimento e tem cidades, como a encantadora Firenze, que são verdadeiros museus a céu aberto.

Caímos de amor por este pedaço italiano mas confessamos que definitivamente foi pelo paladar que esta terra nos agarrou. Como em toda a Itália a gastronomia toscana é de encher os olhos e a boca. Entre tantas delicias elegemos como nossos favoritos pratos com carne de caça como Pappardelle al lepre (massa com lebre) e Polenta al cinghiale (Polenta com ragu de javali), além da pasta al funghi com trufa! Acreditem são um carinho para a alma.

E pra acompanhar estas e outras especialidades, fomos (é claro) com a outra riqueza local, os vinhos. A Toscana além de boa gastronomia, povo simpático, paisagem e arquitetura lindas detém a produção de muitos tipos de vinhos, tendo entre eles rótulos poderosos que estão na lista dos melhores italianos.

Havia pensado que em um único texto caberia nossa experiência toscana, mas cheguei à conclusão que falando de Itália é injusto ser sucinta sendo assim vou deixar os Supertoscanos, o Chianti região e vinhos para o próximo texto.

Então, vamos começar pela nossa aventura na charmosa Montalcino.

Rotas do Vinho

Rotas do Vinho

Pequena cidade que fica no alto de uma colina e tem uma vista privilegiada dos vinhedos de Sangiovese Grosso (está é a uva estrela da Toscana e nesta região ela recebe a denominação Grosso por ter uma casca mais grossa).

Na idade média, Montalcino foi a maior aliada de Siena. No final do século XIX, a família Biondi Santi comprou terras e antigos vinhedos na região, passando a produzir uma espécie de vinho.

Esta era a origem do que se tornaria o famoso exemplar local cerca de um século depois, o Brunello di Montalcino.

Vinho de alta qualidade, mas não tão simples assim beber os Brunellos são 100% Sangiovese, que precisam de um tempo de envelhecimento antes de serem bebidos. Para que tenham uma ideia, são obrigatórios, no mínimo, 4 anos de amadurecimento sendo pelo menos 2 em barrica de carvalho. Sem isso o Brunello passaria por cima de você como um trator.

São vinhos de alta longevidade podendo durar mais de 30 anos! Mas como a proposta era curtir e beber in loco fomos de opções menos ilustres mais não menos prazerosas.

Brunelo de Montalcino

Brunelo de Montalcino

Já em San Gimignano uma nova feliz descoberta, o Vin Santo.

Ainda feito de forma artesanal, este vinho de sobremesa típico do interior da Toscana é feito com uvas passificadas (que passam por um processo de secagem após a colheita) e envelhecido em pequenos barris com madre (levedura remanescente do lote anterior).

Para os toscanos este vinho representa carinho e amizade sendo oferecidos às visitas (somente as bem vindas né!).

VinSanto

VinSanto

Agora a parte que mais gostamos, geralmente o Vin Santo é servido com os deliciosos cantuccini (pequenos biscoitos de amêndoa) que são bem duros e por isso antes de serem comidos devem ser molhados no vinho. Além de ser uma delícia, comer biscoitinhos “chuchados” no vinho é MUITO divertido.

Não canso de sorrir quando lembro da Toscana! Arrevederci! 

Tati Basilio

Posted By



'Vinhos da Toscana' has no comments

Be the first to comment this post!

Would you like to share your thoughts?

Your email address will not be published.

Todas as imagens deste site são de propriedade de seus autores e sua utilização sem prévia autorização é expressamente proibida. Maiores informações: entrepanelasetacas@gmail.com

Paste your AdWords Remarketing code here