Sobre nossa primeira visita ao Brasil

Depois de quase três anos, voltamos a Brasil pela primeira vez. Engraçado que até chegarmos lá não tínhamos ideia, e de certa forma, nem sentíamos que tanto tempo havia passado.

Planejamos e prevemos coisas a fazer, pessoas para rever, mas os sentimentos foram, de fato, muito diverso do que imaginávamos.

Brasil

Amores e sabores do Brasil!

A saudade que parecia grande aqui, se mostrou gigantesca exatamente quando estávamos abraçando as pessoas lá. As comidas que gostávamos ficaram ainda mais saborosas e os lugares pareceram muito mais aconchegantes.

Brasil

Muita conversa pra por em dia…

Tivemos muitos momentos nostálgicos que inevitavelmente foram seguidos por questionamentos, nossos, dos familiares e amigos … “Mas, vocês não se arrependem?”, “Vocês não pensaram em voltar?” ou “Quando é que vocês voltam, hein?”

Sei que pode não fazer muito sentido, mas foi justamente a nostalgia e a saudade que nos fizeram entender que não, não estamos arrependidos e que também não queremos voltar.

Nossa decisão de mudar de país foi muito pensada. Estávamos muito cansados do medo da violência, da corrupção, dos impostos sem retorno, mas esses não foram os únicos motivos.

Brasil

Deliciosos reencontros!

Não saímos do Brasil, porque achamos que o fato de mudar de país resolveria todos esses problemas e nossas vidas a partir daí seriam fáceis e lindas. Claro que queríamos (e ainda lutamos por) uma vida melhor, mas quando decidimos mudar estávamos em busca de algo maior, queríamos começar algo novo. Partir do zero, aprender a viver em outra cultura, ter novos hábitos, reciclar ideias e pensamentos e obviamente “fazer acontecer” para ter uma vida melhor.

Voltar ao Brasil nos fez perceber que tudo isso só tem sido possível porque mudamos.

Corrida 10km

Foram muitas emoções!

E antes que alguém torça o nariz e ache que estamos falando mal do Brasil ou bem da Italia, da Romênia ou qualquer outro lugar vamos deixar claro que lugares são bons ou ruins de acordo com as verdades, valores e buscas de cada um.

Pra nós, mesmo com todas as dificuldades (que não são poucas), viver na Italia e agora na Romênia tem sido melhor. Para outras tantas pessoas que conhecemos viver longe da terra-mãe foi um verdadeiro pesadelo. Ninguém está certo ou errado, ninguém é mais ou menos capaz, as pessoas simplesmente são diferentes e ponto.

Nos dias difíceis a solidão incomoda, o outro idioma irrita e a saudade aperta, mas tudo isso acaba sendo compensado a cada pequena novidade ou conquista e pela certeza de que continuamos presente nas almas e corações, de quem amamos, não importa a distância.

Brasil

E na mala, além de lembranças, muita muamba!

Da nossa visita trouxemos: alguns quilos a mais, medalhas de uma corrida, boas energias, fotos, muito amor, farofa, cachaça, doce de leite, fubá, Bombril e entre outras coisinhas mais trouxemos também feliz sensação de que temos uma torcida enorme e incrível!

🙂

** Estas fotos são uma pequeníssima parcela de todos que abraçamos, de tudo que curtirmos, comemos e vivemos … pois a maioria dos momentos foram tão intensos que por muitas simplesmente esquecemos de fotografar. Mas tudo bem, cada minuto está registrado e bem guardado nos nossos corações nômades!

 


'Sobre nossa primeira visita ao Brasil' has no comments

Be the first to comment this post!

Would you like to share your thoughts?

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Todas as imagens deste site são de propriedade de seus autores e sua utilização sem prévia autorização é expressamente proibida. Maiores informações: entrepanelasetacas@gmail.com

Paste your AdWords Remarketing code here