Lisboa, boa comida e uma noite feliz!

Para o final de semana que está chegando nada melhor que falar de boa comida e de uma cidade que mora nos nossos corações, Lisboa! E, se isso ainda envolve pessoas simpáticas e um lugar incrível, aí fica mesmo tudo de bom!!

Ora pois, comecemos do começo, ou melhor comecemos pelo contexto …

Pra quem ainda não sabe, minha irmã Thaís é bartender* (ela já escreveu pra nós), especialista em coquetelaria Clássica Internacional (!!!) e trabalhou em vários lugares e países. E não é porque é irmã não, mas tenho que dizer, ela é fera!

Como Thais estava de folga, vai uma das antigas, ela no Isabel Bar nos tempos de Buenos Aires.

Ela é assim meio nômade, aparentemente esta coisa tá no sangue, mas há uns anos estacionou as malas em Lisboa e por lá ela comanda um dos bares do Silk Club. E é sobre esse delicioso e badalado lugar que vamos falar!

Há tempos queríamos conhecer o Silk, mas nas correrias sempre acabavamos deixando para a próxima. Porém, na última vez que estivemos na terrinha, recebemos uma carinhosa “intimação” da Thais e de sua equipe para fazermos uma degustação.

Aí, pegou no ponto fraco né … então, lá fomos nós, de muito bom grado! Afinal não somos de negar nossas descobertas gastronômicas.

Silk-Bar - Deck e Sushi Bar

Deck visto de dentro do Sushi Bar

O Silk Club fica no último andar de um prédio histórico, no coração da Baixa Chiado, uma das regiões mais famosas e agitadas da cidade.

Aliás, pra quem gosta de balada, um conselho: coloque Lisboa na sua lista de viagens!

A noite na capital portuguesa é super movimentada com boas opções de bares, restaurantes e clubes bem animados. E se quiser um lugar com pouco de tudo isso, vá no Silk Club!

O ambiente tem uma decoração minimalista, feita com materiais de demolição, tudo simples, clean e de ótimo gosto.

Mas, o que mais impressiona e apaixona é a vista. De lá é possível ter um panorama de quase 360 graus de Lisboa. É de tirar o fôlego, sério mesmo!

Silk-Bar vista

Vista incrível! Como não se apaixonar?!

Depois de um tempinho apreciando Lisboa, recuperamos o fôlego e fomos pro bar para iniciar os trabalhos. A largada foi dada com um delicioso (e clássico) Old Fashioned, um dos meus grandes amores na coquetelaria.

Enquanto curtíamos o drink fomos apresentados e pudemos conversar um pouquinho com quase todos da equipe da casa, conhecemos a cozinha e ainda ganhamos umas dicas sobre os pratos! Vantagens em ser irmã de um dos comandantes, não é mesmo?

Silk-Bar - Old Fashioned

Começando bem com um velho e bom clássico Old Fashioned

Depois de curtir o drink e um bom papo com o pessoal do bar, seguimos para a mesa para começar as degustações.

O menu do restaurante é prioritariamente japonês, mas oferece outras opções interessantes para quem não é fã da cozinha oriental.

Nós, como bons amantes de peixes, seguimos a indicações e fomos pela linha nipônica mesmo.

Começamos, com o que imaginamos que seria mais básico, o Gyoza. Que feliz engano! O Kuchi Gyoza combina vegetais e camarão com Foie gras e trufa!!

Silk-Bar - Kuchi Gyoza

O que inicialmente parecia inusitado, mostrou-se explosão delicada e grandiosa sabores!

Na sequência, comemos o Zu Unagi, uma iguaria japonesa feita com enguia de água doce assada.

Silk-Bar - Zu Unagi

Delicadas fatias de enguia sobre rolinhos de abobrinha glaceada com molho de gengibre.

Seguimos então para os Usuzukuris, feitos com finas lâminas de peixe com toque levemente cítrico.

Silk-Bar - Usuzukuri Tako

Usuzukuri Tako, peixe-branco com molho Ponzu (feito a base de limão, com sabor bem ácido porém gracioso e leve).

Segundo a explicação do nosso garçom, o Usuzukuri é o que há de mais delicado na cozinha japonesa. Nós concordamos e adoramos.

Silk-Bar - Usuzukuri Shiromi

Usuzukuri Shiromi, peixe-branco braseado com redução de balsâmico, cebolinhas e raspas de trufa!

Pra fechar o capítulo entradas com chave de ouro, outras duas felizes sugestões da casa: Tako Silk e Kanpai!

Silk - Bar - Tako Silk

Tako Silk, baby polvo crocante, com molho especial, especiarias e ervas aromáticas.

A maioria dos pratos, embora sigam a linha do que nos é familiar da cozinha japonesa tinham sempre algo inovador e surpreendente trazido de outras cozinhas.

Nós simplesmente adoramos essas miscelâneas!

Outra coisa que chama a atenção, são as belas apresentações. O chef explora, incrivelmente bem, a estética da cozinha japonesa aproveitando cores e formas para construir pratos lindos.

Kanpai reforçou ainda mais esta nossa percepção. O prato feito com escalopes de vieiras marinados em molho de ostra, com raspas de Shitake, limão e Shichimi Togarashi (mistura de especiarias, típica da cozinha japonesa), é flambado na mesa …. coisa linda de ver!

A esta altura, confesso que já estávamos bem felizinhos, mas não podíamos deixar de provar o combinado especial de Sashimi.

Silk-Bar - Chutoro e Otoro

Combinado especial, Sashimi Chutoro e Otoro

A grande estrela deste combinado são os cortes especialíssimos, Chutoro e Otoro, feitos com a carne da região abdominal do Atum, que por ser rica em gorduras, é extremamente tenra, delicada e muito saborosa. Um completo deleite!!

imagem do site otoro.com

Mapa com o cortes do Atum

Para acompanhar toda esta orgia gastronômica escolhemos um belo vinho verde, e aqui peço desculpas porque na empolgação da conversa e da comida acabei não marcando o nome do vinho 🙁

Bom, depois deste banquete e duas garrafas de vinho, o que restou? Cair na pista, claro!

Silk-Club

A pista abre após as 23 horas, ocupando a parte interna do Silk.

Me empolguei com a vibe e a música e sugeri esticarmos um pouco. Quem me conhece, sabe bem que sou meio velhinha, mas tava animada e desta vez fui eu quem segurou, o Mauro e minha irmã, na pista até às tantas da madrugada.

Definitivamente, foi uma noite especial. Saímos de lá com a alma revitalizada, barriguinhas pesadas mas o coração feliz.

Galera do Silk Club, muito obrigada por toda atenção e carinho. Vocês foram incríveis!

Lisboa, sua linda, obrigada pela hospitalidade! Pode ter certeza que sempre que possível a gente vai aí te visitar!

Importante: O Silk-Bar fica na Rua da Misericórdia, 14 – Edifício Espaço Chiado. Ah, pra evitar o risco de não conseguir lugar, aconselho fazer previamente uma reserva, mais informações no site.

* Bartender/Barman/Barmaidpra quem tiver curiosidade sobre o conceito e as diferenças, uma boa explicação aqui.

Tati Basilio

 

 


'Lisboa, boa comida e uma noite feliz!' have 2 comments

  1. 03/09/2018 @ 20:10 Rodrigo Sitta

    Show de bola a matéria! Parabéns

    Reply


Would you like to share your thoughts?

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Todas as imagens deste site são de propriedade de seus autores e sua utilização sem prévia autorização é expressamente proibida. Maiores informações: entrepanelasetacas@gmail.com

Paste your AdWords Remarketing code here