Lisboa, boa comida e uma noite feliz!

Para o final de semana que está chegando nada melhor que falar de boa comida e de uma cidade que mora nos nossos corações, Lisboa! E, se isso ainda envolve pessoas simpáticas e um lugar incrível, aí fica mesmo tudo de bom!!

Ora pois, comecemos do começo, ou melhor comecemos pelo contexto …

Pra quem ainda não sabe, minha irmã Thaís é bartender* (ela já escreveu pra nós), especialista em coquetelaria Clássica Internacional (!!!) e trabalhou em vários lugares e países. E não é porque é irmã não, mas tenho que dizer, ela é fera!

Como Thais estava de folga, vai uma das antigas, ela no Isabel Bar nos tempos de Buenos Aires.

Ela é assim meio nômade, aparentemente esta coisa tá no sangue, mas há uns anos estacionou as malas em Lisboa e por lá ela comanda um dos bares do Silk Club. E é sobre esse delicioso e badalado lugar que vamos falar!

Há tempos queríamos conhecer o Silk, mas nas correrias sempre acabavamos deixando para a próxima. Porém, na última vez que estivemos na terrinha, recebemos uma carinhosa “intimação” da Thais e de sua equipe para fazermos uma degustação.

Aí, pegou no ponto fraco né … então, lá fomos nós, de muito bom grado! Afinal não somos de negar nossas descobertas gastronômicas.

Silk-Bar - Deck e Sushi Bar

Deck visto de dentro do Sushi Bar

O Silk Club fica no último andar de um prédio histórico, no coração da Baixa Chiado, uma das regiões mais famosas e agitadas da cidade.

Aliás, pra quem gosta de balada, um conselho: coloque Lisboa na sua lista de viagens!

A noite na capital portuguesa é super movimentada com boas opções de bares, restaurantes e clubes bem animados. E se quiser um lugar com pouco de tudo isso, vá no Silk Club!

O ambiente tem uma decoração minimalista, feita com materiais de demolição, tudo simples, clean e de ótimo gosto.

Mas, o que mais impressiona e apaixona é a vista. De lá é possível ter um panorama de quase 360 graus de Lisboa. É de tirar o fôlego, sério mesmo!

Silk-Bar vista

Vista incrível! Como não se apaixonar?!

Depois de um tempinho apreciando Lisboa, recuperamos o fôlego e fomos pro bar para iniciar os trabalhos. A largada foi dada com um delicioso (e clássico) Old Fashioned, um dos meus grandes amores na coquetelaria.

Enquanto curtíamos o drink fomos apresentados e pudemos conversar um pouquinho com quase todos da equipe da casa, conhecemos a cozinha e ainda ganhamos umas dicas sobre os pratos! Vantagens em ser irmã de um dos comandantes, não é mesmo?

Silk-Bar - Old Fashioned

Começando bem com um velho e bom clássico Old Fashioned

Depois de curtir o drink e um bom papo com o pessoal do bar, seguimos para a mesa para começar as degustações.

O menu do restaurante é prioritariamente japonês, mas oferece outras opções interessantes para quem não é fã da cozinha oriental.

Nós, como bons amantes de peixes, seguimos a indicações e fomos pela linha nipônica mesmo.

Começamos, com o que imaginamos que seria mais básico, o Gyoza. Que feliz engano! O Kuchi Gyoza combina vegetais e camarão com Foie gras e trufa!!

Silk-Bar - Kuchi Gyoza

O que inicialmente parecia inusitado, mostrou-se explosão delicada e grandiosa sabores!

Na sequência, comemos o Zu Unagi, uma iguaria japonesa feita com enguia de água doce assada.

Silk-Bar - Zu Unagi

Delicadas fatias de enguia sobre rolinhos de abobrinha glaceada com molho de gengibre.

Seguimos então para os Usuzukuris, feitos com finas lâminas de peixe com toque levemente cítrico.

Silk-Bar - Usuzukuri Tako

Usuzukuri Tako, peixe-branco com molho Ponzu (feito a base de limão, com sabor bem ácido porém gracioso e leve).

Segundo a explicação do nosso garçom, o Usuzukuri é o que há de mais delicado na cozinha japonesa. Nós concordamos e adoramos.

Silk-Bar - Usuzukuri Shiromi

Usuzukuri Shiromi, peixe-branco braseado com redução de balsâmico, cebolinhas e raspas de trufa!

Pra fechar o capítulo entradas com chave de ouro, outras duas felizes sugestões da casa: Tako Silk e Kanpai!

Silk - Bar - Tako Silk

Tako Silk, baby polvo crocante, com molho especial, especiarias e ervas aromáticas.

A maioria dos pratos, embora sigam a linha do que nos é familiar da cozinha japonesa tinham sempre algo inovador e surpreendente trazido de outras cozinhas.

Nós simplesmente adoramos essas miscelâneas!

Outra coisa que chama a atenção, são as belas apresentações. O chef explora, incrivelmente bem, a estética da cozinha japonesa aproveitando cores e formas para construir pratos lindos.

Kanpai reforçou ainda mais esta nossa percepção. O prato feito com escalopes de vieiras marinados em molho de ostra, com raspas de Shitake, limão e Shichimi Togarashi (mistura de especiarias, típica da cozinha japonesa), é flambado na mesa …. coisa linda de ver!

A esta altura, confesso que já estávamos bem felizinhos, mas não podíamos deixar de provar o combinado especial de Sashimi.

Silk-Bar - Chutoro e Otoro

Combinado especial, Sashimi Chutoro e Otoro

A grande estrela deste combinado são os cortes especialíssimos, Chutoro e Otoro, feitos com a carne da região abdominal do Atum, que por ser rica em gorduras, é extremamente tenra, delicada e muito saborosa. Um completo deleite!!

imagem do site otoro.com

Mapa com o cortes do Atum

Para acompanhar toda esta orgia gastronômica escolhemos um belo vinho verde, e aqui peço desculpas porque na empolgação da conversa e da comida acabei não marcando o nome do vinho 🙁

Bom, depois deste banquete e duas garrafas de vinho, o que restou? Cair na pista, claro!

Silk-Club

A pista abre após as 23 horas, ocupando a parte interna do Silk.

Me empolguei com a vibe e a música e sugeri esticarmos um pouco. Quem me conhece, sabe bem que sou meio velhinha, mas tava animada e desta vez fui eu quem segurou, o Mauro e minha irmã, na pista até às tantas da madrugada.

Definitivamente, foi uma noite especial. Saímos de lá com a alma revitalizada, barriguinhas pesadas mas o coração feliz.

Galera do Silk Club, muito obrigada por toda atenção e carinho. Vocês foram incríveis!

Lisboa, sua linda, obrigada pela hospitalidade! Pode ter certeza que sempre que possível a gente vai aí te visitar!

Importante: O Silk-Bar fica na Rua da Misericórdia, 14 – Edifício Espaço Chiado. Ah, pra evitar o risco de não conseguir lugar, aconselho fazer previamente uma reserva, mais informações no site.

* Bartender/Barman/Barmaidpra quem tiver curiosidade sobre o conceito e as diferenças, uma boa explicação aqui.

Tati Basilio

 

 


'Lisboa, boa comida e uma noite feliz!' have 2 comments

  1. 03/09/2018 @ 20:10 Rodrigo Sitta

    Show de bola a matéria! Parabéns

    Reply


Would you like to share your thoughts?

Your email address will not be published.

Todas as imagens deste site são de propriedade de seus autores e sua utilização sem prévia autorização é expressamente proibida. Maiores informações: entrepanelasetacas@gmail.com

Paste your AdWords Remarketing code here