Descobrindo o Alentejo

Morando em Portugal desde novembro eu ainda não tinha conseguido passear fora da região de Lisboa até conseguir uma folguinha de dois dias. Pra curtir estes dias o destino escolhido foi a região do Alentejo, maior produtora mundial de cortiça, grande produtora de azeites e vinhos. Sendo estes dois últimos os meus principais objetivos para estes dias.

A viagem de comboio (como eles chamam o trem aqui) além de rápida e confortável, tem paisagens lindas. Pelo caminho imensas plantações de uvas que nesta época (final de março) ainda estão hibernando o que dá as videiras uma aparência de planta seca, pra quem não conhece até assusta porque parece que estão mortas. Mas estes galhos secos, no início da primavera acordam, é quando começam a surgir as primeiras folhinhas verdes. Em julho surgem as uvas e em setembro acontece a vendimia (colheita).

Como existe uma certa defasagem de transportes específicos para as visitas às vinícolas e eu tinha pouco tempo disponível tive que escolher uma cidade base, e minha eleita foi Évora uma das cidades mais antigas de Portugal.

Pequena e muito acolhedora, está velha vila medieval faz hoje a perfeita harmonia entre o novo e o antigo. Pelas ruas entre as muitas construções históricas e os vestígios da época de dominação romana encontram-se jovens estudantes universitários, uma efervescente vida noturna e os melhores restaurantes do país.

Évora

Herança do período de dominação Romana em Évora

Cheguei a Évora por volta dez da manhã e ao meio dia já estava na minha primeira degustação, na Adega Condes de Ervideira. Apesar de não ter hora marcada fui recebida maravilhosamente bem, e a degustação que a princípio seria de três rótulos e acabou sendo de sete vinhos!

Todos maravilhosos mas dois deles me chamaram muito a atenção, o primeiro foi um vinho branco, o Invisible. O curioso desde vinho é que ele é feito de uma uva tinta, a Aragonez, mas é completamente transparente. O outro que me impressionou muito foi um colheita tardia extremamente aromático e com muitas notas de frutas tropicais (maracujá, abacaxi e manga). Isso sem contar que fui presenteada com a oportunidade de degustar o Gran Honra, vinho tinto especialíssimo da safra 2011.

Entardecer em Évora

Entardecer em Évora

No dia seguinte a visita foi a Adega Cartuxa (http://www.cartuxa.pt) , uma das maiores vinícolas da região. Conhecida e bem conceituada mundialmente, esta adega é produtora de um dos melhores tinto do mundo o Pera Manca. Meu plano era comprar uma garrafa para presentear minha hermana (Tati) e o Mauro no entanto, decepção!! As disputadas garrafas deste rótulo estavam esgotadas desde novembro!! Mas ainda assim a visita valeu muito a pena.

Esta adega possui muita história e curiosidades, a principal entre tantas é que no início a produção era feita pelos monges, que ainda hoje vivem no mosteiro da Cartuxa, que fica ao lado da adega. Estes monges vivem em regime de reclusão completa, saindo somente na vendimia para ajudar nas provas das uvas!! (causa justa pra sair da clausura rs).

Por aqui fiz a degustação de 3 vinhos e novamente fui agraciada com a degustação de um rótulos da especialíssima safra de 2011. E vou dizer, se tem uma coisa que os portugueses fazem bem, são os vinhos, que maravilha!

Ali também pude conhecer um pouco mais sobre a história e evolução da produção vinícola, quando não se tinha nada automatizado. E depois ainda ter o prazer de ver os barris e sentir aquele característico cheiro que possuem essas adegas…

Degustação de Vinhos

Degustação de Vinhos


Apesar de não ser grande conhecedora desse mundo dos vinhos, os portugueses me fizeram sentir e aproveitar como uma boa apreciadora. Acho que todos que passam por ali se sentem assim. Se estiver nas terras do além mar recomendo muito uma esticada até a região do Alentejo.

Agora, fico aguardando ansiosamente meu próximo break para uma nova aventura pela terrinha portuguesa.

Thais Cardoso


'Descobrindo o Alentejo' has no comments

Be the first to comment this post!

Would you like to share your thoughts?

Your email address will not be published.

Todas as imagens deste site são de propriedade de seus autores e sua utilização sem prévia autorização é expressamente proibida. Maiores informações: entrepanelasetacas@gmail.com

Paste your AdWords Remarketing code here