Casa nova: Romênia!

Antes de qualquer coisa, sim, mudamos de novo! Foi inesperado e involuntário, por isso um pouco chato, mas depois da primeira fronteira a coisa fica bem mais simples.

Desta vez o motivo da mudança foi trabalho, a empresa que o Mauro trabalha está transferindo toda a produção para a Romênia e nós tivemos que seguir juntos.

Bandeiras romenas

Os romenos são muito nacionalistas, as bandeiras e as cores do país estão por todos os lugares.

Sair da Italia neste momento, de fato, não era algo que tínhamos em mente. Já estávamos habituados e nosso italiano estava finalmente afinando mas como não tínhamos muita opção, arrumamos as malas e andiamo via!

E foi no meio deste turbilhão que decidimos recomeçar nossa história por aqui. A proposta é mostrar e contar um pouco sobre este cantinho meio inóspito da Europa, além (claro) de dividir lembranças e aprendizados dos bons tempos de Italia e outras viagens mais.

Mas voltemos a mudança. Bom, confesso que, no início a notícia deu um susto, muitos risos nervosos … como assim, Romênia!?!

Pra piorar um pouco ouvimos muitos comentários ruins, os italianos (acho que os europeus em geral) tem um enorme ranço contra os romenos.

Calçadão no centro de Pitesti

Praça principal de Pitesti, aqui no inicio da Primavera acontece um festival com luzes e dança das águas.

Mas depois de pesquisar um pouco notamos que na verdade existe muito preconceito e pouco conhecimento de fato.

Então decidimos abrir nossas mentes (e nossos corações) e abraçar essa nova aventura neste lado da Europa tão diferente.

Nossas primeiras impressões, descobertas e observações:

– Temperatura: faz muito calor, pegamos dias de 38!! Aí de repente acaba o verão e as temperaturas despencam, semana passada os dias amanheceram por volta de 5!! 

Diferença de temperatura enorme em apenas um mês.

Amplitude térmica gigante, medo do que vem por aí!

– O romeno é uma língua de origem latina, depois que o ouvido acostuma é possível entender um pouco e ele deixa de ser tão assustador. Na próxima semana começaremos as aulas, Dio Santo!

– O comunismo ficou no passado mas suas marcas ainda são bem presentes, basta observar com atenção. Aqui em Pitesti o melhor exemplo é a arquitetura.

Blocos de prédio, construções herdadas do comunismo.

Blocos de prédio, construções herdadas do comunismo.

– Diferente dos países da Europa ocidental na Romênia não existe um cuidado/preocupação com a estética. As cidades são organizadas, avenidas largas e arborizadas mas os prédios em geral são velhos com fachadas mal cuidadas.

– Existe uma enorme quantidade de cachorros e gatos abandonados pelas ruas, um problema bastante sério. O governo chegou a propor um programa de extermínio destes animais que já gerou muita discussão e polêmica.

– Os romenos, no geral, são simpáticos e tem um certo fascínio pelo Brasil.

– Apesar de fazer parte da União Européia a Romênia não adotou o Euro, aqui a moeda oficial é o Leu Romeno, no plural Lei. Em média 1 Leu = R$ 0,81.

– A comida é para os fortes, a maioria dos pratos é a base de carnes e tudo com muito condimento. Não é a toa que por aqui a galera é mais cheinha.

Prato típico romeno

Um dos pratos típicos: Mititei cu cartofi copţi, tipo uma kafta de carne com batatas assadas, molho de mostarda e muito condimento!

– Dirigir por aqui é tenso. O trânsito é nervoso e o povo não respeita muito pedestres, faixas, limites de velocidade, acostamentos em estradas … o mais triste disso, não dá pra andar muito de bike por aqui.

– Sim, existem ciganos e embora a maior população de ciganos esteja na Romênia eles não são a maioria da população. Em números, a Romênia tem 22 milhões de habitantes e somente 410 mil são ciganos. Então esqueça a ideia de que é um país de ciganos, nós até agora só vimos uma mulher que acreditamos ser cigana.

Chocolate ROM

Desde 1964 o ROM faz parte da história da Romênia.

– Existe um chocolate, o ROM que é uma das melhores heranças do comunismo. A embalagem nas cores da bandeira da Romênia, o nome e o rico sabor do rum são as principais características deste chocolate. Na época existia apenas um tamanho e tipo, hoje a marca ganhou uma linha com outros sabores mas o nome e as características da embalagem se mantém.

E isso aí é só o começo 😉

La revedere!

Tati Basilio


'Casa nova: Romênia!' have 2 comments

  1. 3 de outubro de 2017 @ 11:32 pm Érica Alcântara

    Me deu vontade de conhecer a Romênia!! Tati e Mauro, conhecer o mundo através do olhar de vocês é sempre prazeroso!
    Aguardo ansiosa pela próxima coluna 😊
    Saudades!
    Erica Alcântara

    Reply

    • 11 de outubro de 2017 @ 8:27 am entrepanelasetacas

      Obrigada Erica, esperamos muito por visitas.
      Pra quem tem o olhar atento e curioso como você acredito que a Romenia seja uma deliciosa aventura!

      Reply


Would you like to share your thoughts?

Your email address will not be published.

Todas as imagens deste site são de propriedade de seus autores e sua utilização sem prévia autorização é expressamente proibida. Maiores informações: entrepanelasetacas@gmail.com

Paste your AdWords Remarketing code here