Um ano depois, estamos de volta

1 ano de Italia!

Achamos que tínhamos sumido só um pouquinho e de repente nos demos conta que já se foi 1 ano de Itália!

Como todo primeiro ano, o nosso aqui foi cheio de novidades, histórias, algumas turbulências e muita saudade. Por este tanto de coisa a gente acabou dando umas longas férias para o blog mas agora estamos voltando, um pouco lentos e enferrujados mas voltando a ativa.

Bom, mudar pra gente foi meio um control+alt+del, pudemos zerar quase tudo e começar de novo de verdade, e hoje entendemos que isso foi nosso maior presente.

Mas não pense que tudo são flores como pode parecer nas fotos que postamos, a realidade é que emigrar não é fácil não. Por mais amigável que seja o País e as pessoas o fato é, você não é dali. E mesmo que tenha vindo com o objetivo de viver como vivem “os nativos” ainda assim passará por um tempo meio estranho. Nós apelidamos este período de “limbo” (nem lá, nem cá).

É uma sensação parecida com aquela de mudar de colégio quando se é criança, você ainda não pertence aquele lugar, não tem amigos, não sabe ao certo as regras, costumes e nem entendeu direito onde estão as coisas e como elas funcionam. Você só sabe que é ali que ficará de agora em diante e que terá que se adaptar. Confesso que, no início, alguns dias foram sim assustadores mas, como na escola, depois de tempinho tudo se ajusta e você nem lembra mais que um dia não foi dali.

Por outro lado, mudar de país é abrir um novo e enorme leque de opções. É a oportunidade de construir algo realmente novo. É mudar hábitos, repensar ideias e passar a ver o mundo, as pessoas e a si mesmo de outra forma. É rever e desenvolver habilidades, é confiar mais nos próprios instintos, é valorizar (muito) pequenas conquistas como uma simples conversa no mercado. É conhecer novos lugares e fazer novos amigos mesmo que não consiga falar muito bem com eles, é se desintoxicar do ter e voltar a ser.

É sem dúvida uma baita experiência de vida!

Como nosso plano sempre foi fazer da Italia nosso lar, nós aderimos ao modo de vida italiano. Vivemos aqui as dores e delícias do país, acompanhamos a politica, reivindicamos o que é necessário, respeitamos costumes locais, estudamos o idioma, acompanhamos e torcemos nos campeonatos esportivos, o Mauro até já votou (Referedum si no 2016), enfim assumimos o espírito local.

Referendum si no 2016

Dia de votação!

Temos muita saudade dos familiares e amigos, do chopinho no boteco com mesa na calçada, do pastel de feira … mas pra viver bem fora entendemos que estas coisas devem ser só saudade e não ficar aqui tentando viver como lá senão a sensação de limbo nunca acaba.

Tá mas chega de papo e vamos as curiosidades. Fizemos uma listinha com algumas das coisas que vimos, aprendemos e rimos neste primeiro um ano de Italia:

1- É possível apenas trabalhar pra viver e ainda ter uma vida com qualidade.

2- As 4 estações podem ser completamente diferentes e interessantes.

Agora entendemos o que são 4 estações.

Agora aprendemos como são, de fato, as 4 estações.

3- Eles adoram os anos 80, na maioria das rádios as playlist são desta época.

4- Existem 5 tipos de lixo e cada um deve ser recolhido de forma e em dias diferentes (já passamos umas vergonhas por errar os lixos).

5- Rola uma enorme diferença cultural com relação ao nosso conceito de banho diário, o Fábio do Minha Saga fez um post ótimo sobre isso, aqui.

6- O maior problema não é o inverno e suas baixas temperaturas mas sim o tempo que o frio permanece.  Já foram mais de 5 meses e ainda temos dias de frio, e quando digo frio é abaixo de 10°.

Vista ATUAL da nossa sacada, em pleno Maio ainda tem neve!

7- Nos cinemas todos os filmes são dublados, e a dublagem não é lá das melhores, lembram da Maria do Bairro, é bem por aí.

8- Quase todos os supermercados possuem caixas self-service (sem atendente), você mesmo passa os produtos e paga a conta.

9- O verão é um grande evento. E em agosto, especificamente, TUDO para! 

Todo mundo na spiaggia (praia)!

Em Agosto, portas fechadas com as placas de férias. Tem de tudo desde sérias as mais divertidas.

10- Eles são super dramáticos.

11– Existem muitos mitos e muita rixa entre Norte e Sul. Tem dois filmes divertidíssimos no Netflix sobre isso: Benvenuti al Sud e Benvenuti al nord (trailer com legenda em inglês aqui e aqui).

12- A programação da TV italiana é composta 85% por programas de auditório (desde debates a programas de namoro), eles amam.

13 – Aqui ainda existem (e eles usam muito) fitas de video-cassete, coleções temáticas de CD e fax.

14 – Dá sim para viajar baratinho é só ficar ligado nas promoções.

15- Na Páscoa as comemorações são no domingo e na segunda-feira (Pasqueta) e não é feriado na sexta-feira da Paixão.

16- No happy-hour a bebida sempre vem acompanhada de alguma comidinha que varia entre simples batatinha a lanchinhos e frios, dependendo do bar.

Pra acompanhar o Spritz ou o vinho.

Comidinha do Aperitivo!

17- Levar lancheiras em passeios e parques não é vergonhoso, muito pelo contrário a galera faz muito isso por aqui (e nós também).

18- As contas (água, luz, gás) não são mensais, algumas vem a cada 2 ou 3 meses e a conta do gás vem praticamente só no período de frio.

Alimentando a alma.

Gelato e vinho sempre, não importa a temperatura!

19- Sorvete e vinho são considerados alimentos!

20- Existe um negócio chamado Km zero que é um lugar onde é possível comprar direto dos produtores hortifruti, lácteos, carnes, vinho a granel tudo bem fresquinho.

21- A Italia é mesmo linda e também cheia de peculiaridades.

Que venham os próximos anos ….

Arrivederci!

Tati Basilio



'1 ano de Italia!' has no comments

Be the first to comment this post!

Would you like to share your thoughts?

Your email address will not be published.

Todas as imagens deste site são de propriedade de seus autores e sua utilização sem prévia autorização é expressamente proibida. Maiores informações: entrepanelasetacas@gmail.com

Paste your AdWords Remarketing code here